Um show de democracia!

Ontem assistimos a um show de democracia.

Momento de tensão profunda, os dois lados na rua participando, se manifestando e não houve violência nenhuma. Nada!
Comparando-se com o que ocorre hoje nos Estados Unidos com o fenômeno Donald Trump, poderia se dizer que nosso processo democrático está completamente amadurecido.

Não existe golpe algum. A Constituição foi estritamente seguida. O STF foi chamado para regular o processo e chancelou todos os passos que foram tomados. Estou orgulhoso de nosso país!

 

Manifestação Congresso


Sobre nossos parlamentares, cabe lembrar que eles representam o cidadão médio e, assim, nada mais democrático como termos deputados com problemas de formação educacional. Brasília representa o Brasil, gostemos ou não da fotografia. Não devemos apenas espernear como se não fizéssemos parte deste todo, mas sim lutar para que a sociedade avance e, de modo contínuo, mude a nossa representação. Alias, é necessário parar de esperar que as mudanças venham todas do governo. Precisamos de uma nova mentalidade, na qual o centro dinâmico do país esteja na sociedade e não à reboque do Estado.

Ademais, a crise de representação perpassa todo o mundo ocidental, uma vez que a democracia partidária é insuficiente para equacionar os conflitos da pós modernidade. A falta de representatividade encontrada no sistema partidário brasileiro é percepção semelhante àquelas encontradas no Atlântico Norte. Não há nada de jabuticaba em Brasília.

Temos problemas graves, mas que país não tem? Problemas que são oriundos de nossa formação histórica e que nossa democracia vem, ainda que lentamente, operando para solucionar.

O grande problema é que ainda não achamos qual melhor rol de ações para acelerar nosso processo de crescimento e desenvolvimento. O projeto neo-desenvolvimentista partilhado por Dilma, PT e aliados falhou de maneira substantiva, nos levando a quiça a maior crise econômica de nossa história, sobretudo em termos de paralisia da produção.

Contudo, o mundo gira e a história anda. Em breve, novas idéias serão testadas, quem sabe não poderemos encontrar em novas formas de pensar a solução para a nossa paralisia econômica?.

Mas diante de tudo, só posso afirmar: ontem demos um show de democracia para o mundo. Todos os olhos se voltavam para o Brasil e mostramos como é possível institucionalizar o conflito e canalizar as questões mais complexas dentro do marco constitucional vigente.


Palmas para o Brasil! Palmas para a Democracia!

 

Logo FNR 1000x380

Author: Ivan Fernandes

30 anos, professor universitário. Professor Adjunto de Políticas Públicas da Universidade Federal do ABC. Mestre e Doutor em Ciência Política pela Universidade de São Paulo. Bacharel em Relações Internacionais pela mesma instituição.

Share This Post On